quarta-feira, janeiro 07, 2009

Change: É tempo de mudança...

“Ainda procuro mover as pessoas emocionalmente e tocar seus corações. Minha música não é complexa ou lógica. É sobre emoção e comunicação. Acho que esse é o sentido da vida, o sentido de ser um artista é a comunicação e, se podemos tocar almas e corações, modificar estados de espírito, mover pessoas, afetá-las, fazê-las se sentirem melhores, este é o sentido da vida de um compositor.”
As palavras acima são do maestro grego Yanni Chryssomallis, um dos meus preferidos, em entrevista publicada no site www.soniachinaglia.com.br
Yanni ficou conhecido mundialmente por apresentar grandes concertos em locais históricos como a Acrópolis, na Grécia; no pátio do Taj Mahal, na Índia e na Cidade Proibida, na China. Ele ganhou a atenção do mundo com sua música universal, misturando clássico, jazz , rock e percussão latina, numa explosão de sonoridade instrumental. O resultado sempre foi um bálsamo para os meus ouvidos.
Mas “meu amado” Yanni também mudou de estilo, após viver um inferno astral na sua vida particular. Há cerca de dois anos, ele teve seu fundo de poço com a prisão, acusado de violência doméstica, após bater na namorada (uma bailarina brasileira, com quem viveu um estrondoso “affair”). Dois meses depois, sua mãe, Felitsa, morreu de ataque cardíaco.
Com isso, Yanni, que é budista, se recolheu na sua terra natal, Kalamata, na Grécia, e ressurgiu um ano depois, muito melhor, se bem que já era excelente!
Agora sem bigode e de cabelos curtos, o grego está compondo músicas com letras. Até se arriscou a compor em espanhol e italiano, e contratou quatro cantores incríveis, dentre eles o brasileiro Nathan Pacheco.
O novo show em pouco lembra os anteriores. Carregado de paixão, “Voices” traz até os cantores Chloe e Ender Thomas dançando e cantando um tango estilizado. E Chloe esbanja sensualidade nas suas coreografias, bem como no figurino...(Uau!!!, será ela a musa da vez????)
E é a belíssima música “Change” , na voz deliciosa de Chloe, que registro aqui no meu cantinho. É sempre bom ter em mente que as mudanças, quase sempre doloridas, são fundamentais para nosso crescimento. Que 2009 seja um ano de mudanças para muito melhor. Amém!

Change

How could I ever know
I would find myself alone
Facing your daemons as well as mine
Wishing for the past that words cannot find.

But somewhere in the night
The music in my mind comes alive
I hear love's haunting lullaby.
And it sings of a time we once knew
A time when all I could breathe was you
But seasons never remain the perfect shade
Our love's not the same so we must
Change...change...change

How could I ever know
That with time you would go
Leaving me to find what
Was missing in between our lives

But somewhere in the night
The music in my mind comes alive
I hear love's haunting lullaby
And it sings of a time we once knew
A time when all I could breathe was you
But seasons never remain the perfect shade
Our love's not the same so we must
Change...

Once we had summer in the fall
Now my heart knows what it's like
To lose it all...

6 comentários:

Anônimo disse...

Maria José Sá,

Me chamo Jeheremy Characo, mais eu gosto que a gente que fala Espanhol ou Português chame-me Jeremias.

Eu estou aprendendo como falar o português agora. Minha lengua natal é o Espanhol, e minha segunda lengua é o Ingles.

Eu sou venezuelano-americano. Eu naci nos Estados Unidos, cresci em Venezuela, e aos 13 anos minha família voltaram aos Estados.

Agora tenho 26 anos, estudo Canto e Musica na universidade e desejo produzir musica.

Eu amo a musica brasilera (Marisa Monte, Heitor Villa-Lobos, Caetano Veloso, Elis Regina e sua filha Maria Rita, Seu Jorge, Antonio Jobim, Bebel Gilberto, Ivette Sangalo, Sérgio Mendes, Rita Lee, Joyce, Gilberto Gil, Adriana Calcanhotto, etc...), a cultura Brasilera e o Portuguêse. Eu estou pensando em morar em Brasil em Janeiro 2010. Preferivelmente em Bahia o Pernambuco, eu não sei com certeza ainda.

Quando eu estava procurarando por tenores (conteúdos?) brasileiros no Internet, eu encontrei o nome de Nathan Pacheco.

Eu fui a uma livraria popular, B& N, e achei que ele saiu com um álbum (ou talvez um "single") antes que se associara com Yanni.

Você sabe se vendem este " solo" álbum de Nathan 'Aramand' Pacheco em Brasil?

Eu gostei realmente de seu blogue, e o que li sobre você, eu o que você escriveste sobre Yanni. Eu quero agradecer-lhe por adiantado&nbs p;por todos os esforços põr para dar-me uma resposta.

Deus te abençoe!

Sinceramente,

Jeremias Characo

Maria Madalena disse...

Mana Zezé, eu não conhecia e adorei, como vês também temos coisas em comum. E nem a propósico, pois a minha vida está mesmo tentando entrar em fase de mudança, tem que entrar mesmo.

Beijo e tirando a foto do MST, o teu blogue tá lindo.

Maria Madalena disse...

Deixei lá no meu bloque, mas caso você não veja lá deixo aqui também a resposta aos seus comentários: Sim mana Zezé, e como dói em mim, e que força tenho eu que fazer para dizer mesmo Adeus, dói muito mais do que estas poucas e pobres palavras podem transmitir.
Não vale a pena sofrer amiga por quem não merece, porque se merecesse não nos faria sofrer. Força mana, toda a força que eu desejo para mim.

Maria Madalena disse...

Não precisava tirar o MST, eu admiro o seu talento, lamento a sua arrogância. Na sua página você tem quem gosta mesmo, não é?
Você gostou mesmo do poema do Adeus, e nem é nada de especial.
mexeu mesmo contigo...

tufan disse...

Hi Maria,very nice pohoto

very nice blog...

Marcel Cruz disse...

Valeu Zezé!

Obrigado pelo coment e pela visita lá no Sacundin!

Abração se cuida até...

Marcel Cruz