quinta-feira, novembro 27, 2008

Lição de vida


"Há alguns anos, nas olimpíadas de Seattle, nove participantes, todos com deficiência mental,alinharam-se para a largada da corrida dos 100 metros rasos. Ao sinal, todos partiram, não exatamente em disparada, mas com vontade de dar o seu melhor de si,terminar a corrida e ganhar. Um dos rapazes tropeçou e caiu, começou a chorar. Os outros oito ouviram o choro. diminuiram o passo e olharam para trás. Então todos eles viraram e voltaram. Uma das meninas com síndrome de down ajoelhou, deu um beijo no rapaz e disse: Pronto, vai sarar! E todos os noves competidores deram os braços e andaram juntos até a linha da chegada. O estádio inteiro levantou e os aplausos duraram muitos minutos...

Talvez os atletas fossem deficientes mentais mas, com certeza, não eram deficientes espirituais.

O que importa nesta vida, mais do que ganhar sozinho é ajudar os outros a vencer, mesmo que isso signifique diminuir os nossos passos..."

2 comentários:

Nerivam disse...

Segundo Madre Teresa:

"Que ninguem vem até você, que ao sair não esteja melhor do que quando chegou"

Minha amiga,
"Não deixe que seus medos tornem-se obstáculos no caminho de seus sonhos..."

Abraços

Anônimo disse...

Grande liçao de humanidade!O Coraçao está acima da Razao!

Bjs.Aninha