quarta-feira, novembro 05, 2008

Chega de me calar

Até quando terei que me calar diante das injustiças cometidas pelo Judiciário?
Até quando a Justiça será cega?
Até quando terei que me calar vendo os doutores que usam a imprensa para se promoverem, como "defensores do povo e do Estado", armando suas tretas trancados nos seus gabinetes?
Como já disse o grande poeta mineiro Rodrigo Leste:

"Nos bares, eles são marxistas;
na vida pública, democratas,
na cama, machistas;
e nos gabinetes, fascistas"

E completo com Gil:
"Pai, afasta de mim esse cale-se,
de vinho tinto de sangue.
Como beber dessa bebida amarga?"...

Um comentário:

Maria Madalena disse...

Igualzinho a cá, só que o seu começa por B e o meu por P, de resto a merda é a mesma.