quarta-feira, novembro 05, 2008

Chico Buarque e Gilberto Gil - Cálice censurado

Um trecho do show PHONO 73 realizado no Anhembi, em São Paulo. A música Cálice foi considerada subversiva pelos orgãos da ditadura militar, por isso mesmo sendo cantada com a letra modificada, o microfone do Chico Buarque foi desligado.

Não se iludam: no Brasil, a censura continua, de outras formas, mas continua.

4 comentários:

miguel disse...

Em portugal também. Sucede apenas que Cálice e Cale-se não soam ao mesmo. Mas soem ou não, não nos calamos. E ainda que tentar censurar, não se iludam, não nos censuramos.
João Miguel Figueiredo Silva
(Fan de Julinho da Adelaide)

miguel disse...

http://sol.sapo.pt/blogs/JOAOMIGUELFIGUEIREDOSILVA/default.aspx
(tb me disseram Cálice e não calei nem calo)

Maria Madalena disse...

Cálice, ou cale-se, quantas vezes eu queria que este cálice se afastasse e esta dor se calasse.
Beijo irmã Zézé.

Anônimo disse...

Vivemos num regime democrático,isto só o nome,somos calados mas de formas diferentes!Ás vezes tenho vontade de beber o conteudo deste cálice e calar-me para sempre!

bjs.da Aninha