sábado, julho 25, 2009

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades


Luís de Camões

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.

6 comentários:

Dora disse...

Olá, Zezé. Nessa tarde escura, de chuvinha fina, ando pelos espaços da Internet e acabo encontrando o que me agrada ler...
Gostei de achar em seu blog um soneto que fala de "mudanças".
Já Camões achava que o tempo dele era "novo", assim como percebemos as "novidades" em nosso tempo, que um dia será passado...
Mas, o tempo nos "muda" a cada dia, e converte tanto o mal e o bem, em lembranças ou saudades, ou seja, parece que tudo se iguala, depois que o tempo leva.
Entretanto, ele se espanta que o tempo não muda como "era costume mudar"...Eu fiquei a refletir: o que houve com o tempo? O que houve com a mudança? E haja reflexão...
Abraços para você!
Dora Vilela

Mai disse...

Perfeito, Zezé. Tudo muda e que bom que as mudanças ocorrem. Felizes os que desejam mudar.
Muito bom reler as sábias palavras.

Abraços,

Mai

"re" disse...

Oi Zezé...

Chega uma nova estação, mudamos a roupa…
Mudamos aquele móvel, porque cansamos de o ver sempre no mesmo lugar…
Cortamos o cabelo, porque cansamos de olhar sempre para o mesmo aspecto…
Vamos ao cinema, ver aquele filme que andávamos sempre a adiar…
Dormimos até mais tarde, fugindo uma vez à regra…
Saltamos à corda como em crianças…
Vemos desenhos animados na televisão
Andamos descalços, sentimos o cheiro da terra molhada
Rebolamos pela relva, sem qualquer tipo de culpa…
Um dia…precisamos mudar
“Mudam-se os tempos…mudam-se as vontades”
Já assim diz o ditado
É tempo de mudar...

Besitos

Conceição Duarte disse...

Muito muito bonito esse poema, sem dúvida!
Tenha um bom fim de semana , minha amiga, ao lado dos seus queridoa.

Bjks, CON

Mai disse...

Oi, Zezé, vim agradecer pelo envio do texto e desejo que saibas que foi um trabalho de excelente qualidade.

Obrigada , amiga.
E disponhas de mim para o que vires que eu possa contribuir.

Abraços,

Principe Encantado disse...

Bom dia! Gostaria de saber
se existe interesse em torcar nossos links, se sim deixe seu recado em meu mural.
Te espero por lá, ok?
"Um amigo verdadeiro não te visitará na prosperidade a menos que o convides; mas
quando estás na adversidade, visitar-te-á sem ser convidado."
Abraços forte