terça-feira, outubro 07, 2008

Aviso aos navegantes: nem toda brasileira é puta



Caros amigos, me perdoem pela rudeza, mas cansei da imagem do Brasil na Europa. Semana passada, um português me perguntou se é verdade que toda brasileira é quente na cama!
O tom desrespeitoso desse senhor me levou a redigir esse desabafo:
Infelizmente, aqui tem corrupção, prostituição e muita falta de vergonha na cara.
E sei que brasileiros que vão para a Europa só reforçam a imagem negativa do país.
MAS, PELO AMOR DE DEUS, o Brasil tem 150 milhões de habitantes, é um gigante, e neste universo de podridão ainda se encontram pessoas decentes, honestas e cultas.
Os honestos são minoria, essa é uma verdade, mas existem!
E assim o é com as belas brasileiras.
Infelizmente a mulher-objeto é maioria, mas esse não é um privilégio do Brasil... É um fenômeno mundial.
A mulher lutou muito pela sua independência financeira, pelo direito de votar e de cursar universidades, porém hoje vemos as novas gerações "tramando mil tretas" para se darem bem apenas "abrindo as pernas". E não são só as brasileiras.
Os homens por sua vez, querem belas mulheres somente para exibirem para os amigos, como se tivessem conquistado um "troféu" pela sua macheza. Aliás, a virilidade deste tipo de homem se resume na quantidade de dígitos na conta bancária.
Como bem o disse meu ídolo Rui Barbosa:
TENHO VERGONHA DE SER HONESTA!
Quem me conhece sabe que sou uma pessoa muito sincera, principalmente com a minha consciência.
Tenho sangue lusitano e africano nas veias. E é com toda sinceridade do mundo que peço aos amigos portugueses que não generalizem as brasileiras.
Nem toda brasileira é puta e nem toda brasileira é só bunda. Além das "loiras-burras", aqui também temos profissionais que se destacam em todas as áreas. São mulheres que estudam, que constroem uma carreira, zelam pelo nome da família e que jamais aceitariam um só centavo de homem algum, pois elas têm capacidade de ganhar o próprio dinheiro lutando honestamente.
Só que estas não são encontradas nos prostíbulos, nem procurando macho em sites de sexo virtual, e muito menos vendendo o corpo nas praias e ruas.
As honestas existem e são encontradas nos seus respectivos círculos sociais e profissionais. São admiradas pela inteligência, pela postura profissional, pelo caráter e pela elegância que lhes é natural. Ah,existem mulheres inteligentes que são bonitas, beleza física não é privilégio só das burras.
Estou com 41 anos de idade. Hoje me olhei no espelho e senti vergonha de ainda acreditar em valores e sentimentos. Tive vergonha da minha aparente ingenuidade. Mas não vou mudar. Prefiro a morte a descer para a lama.
Gosto de conversar olhando no fundo dos olhos das pessoas. E a grande vantagem de ser "decente" é poder olhar nos olhos de qualquer pessoa, de cabeça erguida, e ser respeitada. Isso não tem preço.
Aviso aos navegantes: o homem que quer encontrar mulheres inteligentes e honestas não deve procurar em prostíbulos reais ou virtuais.
Cada um encontra o que procura.
Pelo amor de Deus, criem vergonha na cara e saibam separar o joio do trigo antes de generalizar toda uma nação!



Maria José Sá
Goiânia - Goiás - Brasil

3 comentários:

MI disse...

Zezé, APOIADA A 1.000%!
Só quero reiterar que por cá também há gente honesta, que sabe separar o trigo do joio, que procura gente boa em qualquer ponto do mundo e que sabe reconhecer essa pessoa quando a encontra.
Um beijão com carinho - MI

Elcio Sa disse...

Ei, prima, nâo ligue pra êsse tipo de comentario, nâo, pois as pessoas que centram suas ideas em estereotipos nâo merecem a mais mínima atençâo.
Tanto na Europa, como em outras partes do mundo há brasileiros - homens e mulheres - vivendo, trabalhando, ocupando postos de destaque em todo tipo de trabalho, fazendo valer seus talentos individuais e honrando os valores culturais que forjaram sua formaçâo desde o Brasil.
Durante anos a Embratur vendeu no exterior a imagem da "garota de Ipanema" boa de cama e êsse estereotipo, somado às mirabolantes desnudas dos carnavais sâo ainda referencia para muita gente do povo do exterior. Mas do povo! As pessoas com melhor formaçâo cultural nâo caem nesses estereotipos pois percebem a armadilha das propagandas através dos meios de comunicaçâo.
Quando estive na Suécia encontrei a muita prostituta finlandesa nas ruas..., eu até me surpreendia vendo aquelas baitas louraças naquela situaçâo, buscando dinheiro... Mas nem por isso se cultiva a imagem da finlandesa boa de cama, ou de que todas sâo mulheres fáceis.
Nossos governos tem muito da culpa nisso ao permitir a propaganda do turismo sexual.
Mas também agente encontra muita gente que manifesta o maior respeito tanto pelas mulheres como pelos homens brasileiros.
Agora tem uma coisa: com essa miscigenaçâo particular sucedida no Brasil, ninguém pode negar que temos uma quantidad imensa de qualidades de beleza. E, como o brasileiro promedio nâo tem problemas com o corpo, como existe em muitas outras partes, o pessoal de terras mais púdicas se assusta e tira conclusôes erradas. Mas é como disse, depende da formaçâo de cada um.
Manda esse portugüës lamber sabäo!
Um beijo,
Élcio

Maria Madalena disse...

Ei miga, puta tanto há aí como aqui em Portugal, só que provavelmente as daqui não o assumem, escondem-ser trás de uma falsa identidade de boa dona de casa, boa mulher e mãe de família, oi se há aqui muito disso e não são brasileiras não, são portuguesas, eu acho que a raiva delas é mesmo pela inveja e pelo medo que lhes ocupem o lugar na putaria. Não liga amiga, e lhe digo mais, antes queria ser uma puta, mas um ser humano humilde e amigo de ajudar o outro, do que uma suposta mulher séria que vive fossando tudo, dizendo mal de toda a gente e infernizando a vida dos outros. Brasileira é linda sim, mas também trabalhadora e acima de tudo bem mais simpática que portuguesa.
Beijo amiga Brasileira.